Cidadania: qual a importância para a vida em sociedade?

Muito se fala em cidadania e no papel que o cidadão assume dentro da sociedade. Mas será que nós sabemos, mesmo, o que é a cidadania e sua importância? Para se ter uma ideia, a percepção de cidadania já era desenvolvida na antiguidade. A palavra, inclusive, vem do latim civitas, que significa cidade.

Na época, marcada pelo desenvolvimento da Grécia e Roma Antiga, cerca de 1100 anos antes de cristo, estudiosos começaram a analisar o comportamento social dos indivíduos e compreender sua relação diante das parcelas que representavam o poder, o que chamamos hoje de Estado.

Trata-se de uma definição que muito contribui com a organização social de forma geral e que, ao longo dos anos, se aperfeiçoou até chegar ao conceito que conhecemos hoje e que trataremos ao longo deste artigo.

Afinal, o que é a cidadania?

o que e cidadania direitos e deveres do cidadao

A cidadania é a consciência e exercício de direitos e deveres dentro das esferas social e política. Sua definição está diretamente relacionada às regras sociais desenvolvidas por um grupo (nação, por exemplo).

Desta forma, leis, princípios éticos e acordos sociais devem ser considerados como base para o exercício da cidadania. No Brasil, a Constituição de 1988 é um dos principais exemplos de uma regra social. Isso porque sua construção foi marcada pelo ideal de redemocratização logo após o período da ditadura.

Quando buscamos exemplos do exercício da cidadania e dos direitos do cidadão, é comum lembrarmos do voto, um importante direito adquirido em uma sociedade democrática. No entanto, saiba que a cidadania vai muito além disso.

Ela também envolve o respeito entre os cidadãos e grupos sociais, a relação entre sociedade, Estado e agentes públicos representantes do Estado, o direito de ir e vir livremente e a liberdade de crenças e pensamentos.

Quais são os direitos e deveres de um cidadão?

A base para o exercício da cidadania está, em primeiro lugar, no cumprimento das leis definidas em função da organização social. Portanto, dentro deste aspecto, direitos e deveres podem ser listados.

Direitos do cidadão

  • Direito à vida e integridade física;
  • Acesso a direitos e assistência social básicos, como educação, saúde, moradia, trabalho, segurança, lazer, vestuário e acesso à justiça. A maior parte deles deve ser assegurada pelo Estado, porque tem a obrigação de atuar dentro dos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade para garantir os direitos essenciais ao povo;
  • Liberdade de expressão, pensamento e crença (artes, religião, ciência, literatura e comunicação);
  • Liberdade de ir e vir;
  • Direito à intimidade e vida privada;
  • Ausência de obrigação de fazer ou deixar de fazer algo, senão em virtude de lei;
  • Princípio de igualdade de direitos entre homens e mulheres com base na Constituição.

Deveres do cidadão

  • Cumprimento de leis;
  • Respeito aos direitos sociais de outros indivíduos e grupos;
  • Voto secreto para escolha dos governantes;
  • Proteção ao patrimônio público e social do país;
  • Acompanhamento e fiscalização da atuação do Estado;
  • Proteção da natureza.

No cenário brasileiro, marcado por insatisfações com as ações da administração pública, parcelas sociais acabam tendo seus direitos e deveres podados. Assim, é necessário haver maior consciência dos cidadãos acerca da importância de sua participação na fiscalização e acompanhamento da atuação estatal para manutenção de seus direitos essenciais por meio das políticas públicas.

Entender o que é a cidadania e sua importância para a vida em sociedade é o passo crucial para que uma nação se aperfeiçoe e siga por um caminho capaz de oferecer maior qualidade de vida e igualdade social aos seus indivíduos. Por isso, se você ainda tem alguma dúvida sobre seus direitos e deveres como cidadão, deixe um comentário.

Fazer um comentário sobre o conteúdo: