O que é o conservadorismo?

Defender a família, os bons costumes, tradições e a religião é uma forte característica do conservadorismo. Porque o posicionamento pode ser entendido como um defensor da estabilidade, comunitária e institucional, e crítico dos movimentos progressistas.

Na contemporaneidade, os grupos distintos da população têm discutido, constantemente, sobre o que pode ser entendido como conservador, já que as definições podem variar bastante, inclusive culturalmente. As discussões também incluem o questionamento sobre a forma como essa visão pode afetar o avanço social e econômico de um país como o Brasil.

Primeiramente, é importante entender que o conservadorismo, independente de suas influências culturais e históricas, visa a manutenção das tradições como um todo. E essas tradições podem ser diferentes, por exemplo, se compararmos a visão conservadora de uma comunidade no Sul do Brasil e outra no Centro-Oeste. O mesmo acontece quando as visões conservadoras são comparadas entre países.

o que e conservadorismo

O que é Conservadorismo: Principais Características no Brasil

O desenvolvimento do conservadorismo

A transição para o mundo moderno, marcada, principalmente, pela Revolução Francesa, em 1789, criou divisões de pensamento acerca das necessidades de evolução ou de manutenção das rotinas que já existiam.

De um lado, aqueles que eram a favor da manutenção da política vigente. Do outro, aqueles que buscavam mudanças e avanços políticos. Portanto, diante das mudanças recorrentes a partir dos movimentos revolucionários, como o próprio capitalismo, surgiu o termo conservadorismo. Consequentemente, muitos conservadores enxergam as manifestações populares como uma ameaça à estabilidade política e social.

Nos dias atuais, é comumente relacionado ao posicionamento político de direita. Isso porque, quando falamos de conservadorismo no cenário democrático, podemos entender como valorização do interesse de pequenos grupos e comunidades, bem como suas tradições e costumes, em detrimento dos interesses de toda a sociedade. Já a esquerda, como contraponto, adota posicionamentos mais revolucionários, pautados em discursos a favor da igualdade social.

Características do conservadorismo no Brasil

Como estamos falando de um país continental, porque possui vasto território, é comum que os entendimentos conservadores sejam diferentes em cada região. No entanto, algumas características principais podem ser destacadas:

  • Preocupação com a decadência das famílias, no modelo pai, mãe e filhos;
  • Preocupação com a dissolução matrimonial;
  • Preocupação com a influência que os estilos de vida alternativos, ou diferentes do que enxergam como ideal, na sociedade em geral;
  • Preocupação com a promiscuidade;
  • Valorização da interferência da religião na vida comum e política;
  • Valorização de costumes tradicionais;
  • Valorização da figura paterna;
  • Nacionalismo.

Influência do conservadorismo no âmbito econômico e social

Pelo menos três direcionamentos são considerados no conservadorismo:

  • Econômico clássico: baseia-se no favorecimento de interesses deste grupo a partir do Estado.
  • Econômico fiscal: envolve ações de controle de gastos para obtenção de equilíbrio fiscal.
  • Econômico social: voltado a políticas econômicas protecionistas.

Outro ponto muito claro do posicionamento conservador: acredita-se na hierarquia econômica e social. Também na diversidade humana e na existência respeitosa entre as diferenças. No entanto, entendem que essas diferenças não devem ser eliminadas. Porque compreendem como natural a diferença de classes e poder aquisitivo e consideram esses fatores cruciais para uma sociedade saudável.

Diante das informações apresentadas, como você enxerga o conservadorismo? Você se identifica com as visões desse posicionamento? Deixe sua opinião.

Fazer um comentário sobre o conteúdo: