Estou desempregado(a), tenho direito ao Bolsa Família?

O desemprego afeta grande parte da população brasileira e é difícil perder nossa estabilidade financeira. Muitas pessoas recorrem a benefícios sociais e trabalhistas para esse momento de dificuldade, como o Seguro Desemprego e o Bolsa Família. Muitas pessoas tem em mente a seguinte questão: “Estou desempregado(a), tenho direito ao Bolsa Família?“. Porém a resposta para essa questão passa por uma análise familiar.

Desde já convém adiantar que o benefício é válido para pessoas que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza, sendo assim não será possível receber apenas por estar desempregado. Para receber é preciso estar dentro dos critérios estabelecidos pelo programa e seguir as recomendações dos gestores municipais.

estou desempregado a tenho direito ao bolsa família

Estou desempregado(a), tenho direito ao Bolsa Família?

Estou desempregado(a), tenho direito ao Bolsa Família?

As pessoas que podem receber o benefício são aquelas que se encontram em situação de extrema pobreza ou de pobreza, sendo que:

  • extrema pobreza: famílias que recebem renda per capita de, até, R$ 89,00 e não há necessidade de possuir menores de idade ou gestantes na família
  • pobreza: famílias com renda per capita de R$ 89,01 a R$ 178,00. Nesse caso é necessário que a família possua menores de idade ou gestantes na composição familiar para que recebam o benefício.

Por isso é possível sim que tenha direito a receber o Bolsa Família. Porém é necessário que esteja dentro dos critérios estabelecidos acima para poder estar dentro dos critérios do mesmo.

O que fazer caso esteja dentro dos critérios?

Caso esteja dentro dos critérios estabelecidos para o recebimento do benefício, poderá procurar o CRAS mais próximo e se orientar para que possa fazer a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Lá eles poderão lhe orientar sobre os todos os benefícios disponíveis para os inscritos no CadÚnico como: ID Jovem, Tarifa Social de Energia Elétrica e BPC.

Documentos necessários

Os documentos obrigatórios são:

  • CPF, Título de Eleitor ou Termo RANI(Registro Administrativo de Nascimento de Indígena) do Responsável Familiar;
  • CPF, Título de Eleitor, Termo RANI, Identidade ou Carteira de Trabalho dos demais membros da família.

Também podem ser solicitados um comprovante de endereço, declaração escolar do menores de idade e comprovante de renda das pessoas que estejam trabalhando na residência, porém é preciso procurar a unidade que irá lhe atender e solicitar a lista de documentos completa para que possa fazer o cadastro e receber o benefício.

Fazer um comentário sobre o conteúdo: