Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida é um programa do governo federal, lançado em 2009, visa ajudar famílias de baixa renda a realizar o maior sonho dos brasileiros, o da casa própria.

O programa oferece subsídios, isto é descontos, e também financiamento facilitado na compra de imóveis tanto para famílias de áreas urbanas quanto de áreas urbanas quanto de áreas rurais. E a classificação dos valores do subsídio e do imóvel é feita em faixas de acordo com a renda familiar.

Acompanhe agora, tudo que você precisa para ter acesso, sobretudo como se inscrever, requisitos, documentação e valores cedidos a cada faixa.

Como foi criado o Programa Minha Casa Minha vida?

O programa foi criado com a finalidade de suprir o déficit habitacional que na época, (2009),era correspondente 21% da população brasileira. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo IBGE.

A partir daí, o governo resolveu viabilizar a aquisição de moradias às famílias menos favorecidas por meio de financiamentos que cabem no bolso e descontos no valor final do imóvel com a ajuda de algumas parcerias com empresas populares, e entidades sem fins lucrativos, por exemplo.

minha casa minha vida caixa economica federal

Como funciona o Minha Casa Minha Vida?

Antes de pensar em se inscrever no PMCMV, você precisa verificar quais os requisitos básicos e em qual faixa sua família se enquadra. Veja a explicação abaixo:

Requisitos ÁREA URBANA: Como dito acima, o programa é dividido em faixas e o prazo de financiamento vai depender da renda que sua família possui.

A Caixa Econômica Federal é a responsável por todo o processo de financiamento e você pode simulá-lo no Simulador habitacional Caixa, onde preenchendo seus dados tem-se ideia do que será disponibilizado para você.

Vamos a classificação

  • Faixa 1 – Famílias com renda de até R$ 1.800,00:

Nesta faixa o financiamento é de até 120 meses, as prestações mensais variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme a renda bruta familiar. A garantia para o financiamento é próprio imóvel a ser adquirido.

  • Faixa 1,5 – Famílias com renda de até R$ 2.600,00:

Adquire-se um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa, taxas de juros São de 5% ao ano, até 30 anos para pagar e subsídios de até 47,5 mil reais.

  • Faixa 2 – Famílias com renda de até R$ 4.000,00:

Se sua família tem renda bruta de até R$ 4.000,00, a sua faixa do Programa Minha Casa Minha Vida é esta e você pode ter subsídios de até R$ 29.000,00.

  • Faixa 3 – Famílias com renda de até R$ 7.000,00:

Neste caso a renda é de até R$ 7.000,00​​. As taxas de juros são diferenciadas em relação às praticadas pelo mercado para você conquistar sua casa própria.

Cada faixa tem requisitos e documentação específicos, mas no site da Caixa você encontra a cartilha com todas informações, direitos e deveres do programa.

Para saber informações sobre a ÁREA RURAL, acesse também o site.

Como se inscrever?

Agora que você já sabe qual o seu perfil, mostraremos o que é preciso para você se inscrever no Programa:

Assim como o perfil familiar, a forma de inscrição também varia de acordo com a renda bruta.

Para famílias com renda menor que R$ 1800,00, a inscrição pode ser feita na prefeitura da cidade ou em entidades organizadoras responsáveis.

Já para famílias com renda de até R$ 7000,00, a inscrição é feita nas entidades. Você também pode se inscrever sozinho, basta verificar suas condições no simulador.

Deixaremos aqui um exemplo de requisitos da Faixa 1. Veja:

  • Renda familiar compatível com a modalidade (até 1800 reais) sendo que o Benefício de Prestação Continuada – BPC e o Bolsa Família, fornecidos pelo Governo Federal, não compõem a renda familiar;
  • Não ser proprietário, cessionário ou promitente comprador de imóvel residencial;
  • Não ter recebido benefício de natureza habitacional oriundo de recursos orçamentários do município, dos Estados, da União, do FAR, do FDS, ou de descontos habitacionais concedidos com recursos do FGTS, excetuadas as subvenções ou descontos destinados à aquisição de material de construção para fins de conclusão, ampliação, reforma ou melhoria de unidade habitacional;
  • Documentação;
  • Documento oficial de identificação.

Lembrando que você deve entregar a documentação prevista na cartilha de acordo com o local de sua escolha.

Como contratar e resultados do programa

Caso você seja selecionado pela prefeitura e tenha o cadastro aprovado pela Caixa, receberá o comunicado informando o dia do sorteio das moradias. Bem como a data das assinaturas dos contratos de compra e/ou venda das mesmas.

Agora, se você compareceu diretamente a uma agência Caixa, a instituição bancária irá avaliar seus documentos e os documentos do imóvel por você escolhido para então te mostrar o financiamento mais cabível.

Após tudo isso, é só assinar o contrato com a Caixa.

Fazer um comentário sobre o conteúdo: