Monopólio e Oligopólio

Dentro do modelo capitalista, é comum que empresas desenvolvam estratégias econômicas, administrativas e publicitárias que as ajudem a ocupar maiores parcelas de mercado, tornando-se referência no segmento em que atuam. No entanto, algumas empresas chegam a atingir o que chamamos de monopólio e oligopólio econômico.

Segmentos monopolizados e oligopolizados são marcados por pouca concorrência mercadológica. Isso faz com que as operações de empresas que chegam a esse patamar representem maior autonomia na tomada de decisão diante do mercado.

Acompanhando os avanços e mudanças econômicas, bem como as novas perspectivas de mercado impulsionadas pelas tecnologias, torna-se importante entender, a fundo, as diferenças e relações entre monopólio e oligopólio.

diferenças monopolio e oligopolio caracteristicas o que e

Monopólio: o que é e como funciona

No monopólio, o cenário mercadológico é marcado pela atuação de uma única empresa em um determinado nicho. Trata-se de um contexto em que a empresa detentora do monopólio não possui qualquer concorrência próxima e domina, sozinha, a parcela de mercado ao qual se propõe. Isso faz com que ela seja capaz de atender toda a demanda para um segmento específico.

Outrossim, quando uma só empresa é responsável por atender toda a demanda de um segmento, ela tem poder decisivo para definir de que forma suas operações irão funcionar e como irá atender ao seu público final.

Apesar de proibido no mercado brasileiro, o principal exemplo de monopólio é dado com a Petrobrás. A estatal é a única a operar atividades diversas ligadas ao petróleo, apesar de a exclusividade do mercado ter sido extinta em 1997. Ela é, inclusive, responsável pela definição semanal dos preços dos combustíveis saídos das refinarias, baseados no valor internacional do petróleo e de acordo com a cotação do dólar. Os constantes aumentos ao consumidor final, principalmente nos postos de combustíveis, são reflexos do monopólio no segmento.

Oligopólio: o que é e como funciona

A diferença entre monopólio e oligopólio pode ser facilmente compreendida. Enquanto o monopólio tem uma só empresa dominando todo o segmento, a estrutura de oligopólio é marcada pela existência de poucos (mais de um) fornecedores dentro de um segmento econômico.

o entanto, parte dos fornecedores passam a representar a maior parcela de mercado. O resultado disso é que a atuação de outras empresas concorrentes se torna mínima.

Neste cenário, é comum que as maiores empresas concentrem a maior parte das marcas disponíveis no mercado. O que sobre desse mercado é, geralmente, ocupado por empresas menores, de caráter regional.

A atuação no oligopólio é marcado pela interdependência entre as empresas. Mas por quê? Porque, como se trata de um mercado com baixa concorrência real, as mudanças em preços ou qualidade devem ser definidas em conjunto, já que uma alteração individual pode impactar os demais fornecedores. Neste sentido, são observados fatores como qualidade, imaginário do consumidor e fidelização, por exemplo.

No Brasil temos bons exemplos de oligopólio:

  • Unilever: detém marcas no ramo alimentício, higiene pessoal e produtos de limpeza. Exemplos: Dove, Rexona, Hellmann’s, Seda, TRESemmé e Maizena.
  • Ambev: detém marcas do ramo de bebidas. Exemplos: Brahma, Antarctica, Colorado, Budweiser, Corona, Pepsi e Guaraná Antarctica.
  • Nestlé: detém marcadas do ramo alimentício. Exemplos: Nescau, Nescafé, Ninho, Molico, Maggi, Nesfit e Garoto.

Monopólio e oligopólio: características e diferenças

Empresas que atingem o patamar de monopólio podem definir de que forma seus produtos ou serviços chegarão ao público final, seja ele pessoa física ou jurídica. Assim, podemos considerar como características de um monopólio:

  • Escassez, com a falta de concorrência para oferta de produto ou serviço igual;
  • Autonomia para definição de preços ao seu produto ou serviço, seguindo o pressuposto de oferta e demanda;
  • Autonomia para definir a qualidade do que é ofertado.

Já os oligopólios são marcados por:

  • Poucas empresas de grande porte dominando o mercado;
  • Comunicação e publicidade massificadas para alcançar consumidores;
  • Produtos parecidos e substitutos entre si.

Tanto o monopólio quanto o oligopólio podem ocorrer em três práticas: Cartel, Truste e Holding. No Cartel, empresas do mesmo setor se unem para definir preço, controlar matéria-prima e desenvolver práticas comerciais estratégicas. No Truste, há a fusão ou união de empresas para aumentar lucros e obter maior representatividade no mercado. Já na prática de Holding, a empresa principal atua no controle de capital das empresas subsidiárias que integram o grupo. Todas as práticas são proibidas no Brasil.

Fazer um comentário sobre o conteúdo: